[1]
C. J. dos Santos, “Quando os mortos invadem os sonhos dos vivos: história e contemporaneidades”, Rev. M (Rio J.), vol. 2, nº 4, p. 438–455, fev. 2019.