Apresentação do Dossiê 13: Morte e etnografia

Autores

  • Bárbara Betsabé Martínez Universidad de Buenos Aires
  • María Gabriela Irrazábal Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (CONICET)

Palavras-chave:

Apresentação

Resumo

O campo de estudos etnográficos sobre a morte conta com uma notável expansão nas últimas duas décadas. Isso tem possibilitado o aumento de conhecimento sobre os modos como os diferentes grupos sociais simbolizam e atribuem sentido à morte e ao morrer, revelando práticas, imaginários e processos sociais sobre os quais sabíamos pouco. Contudo, a expansão dos questionamentos não foi acompanhada por uma problematização acerca das formas de desenvolvimento dessas pesquisas, nem sobre os cuidados metodológicos em sua realização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bárbara Betsabé Martínez, Universidad de Buenos Aires

Doutora em Antropologia pela Universidade de Buenos Aires. Investigadora Assistente do CONICET, com sede no Instituto de Ciências Antropológicas da Universidade de Buenos Aires (ICA-UBA).

María Gabriela Irrazábal, Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (CONICET)

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade de Buenos Aires. Investigadora adjunta do CONICET, com sede no Programa Sociedad, Cultura y Religión do Centro de Estudios e Investigaciones Laborales (CEIL).

Referências

-

Publicado

2022-01-31

Como Citar

Martínez, B. B., & Irrazábal, M. G. . (2022). Apresentação do Dossiê 13: Morte e etnografia. Revista M. Estudos Sobre a Morte, Os Mortos E O Morrer, 7(13), 5–7. Recuperado de http://www.seer.unirio.br/revistam/article/view/11651