Jogos e dinâmicas na formação do cantor: o trabalho de corpo como processo aliado ao repertório vocal

Maria Silvia Nicolato Peixoto

Resumo


Este artigo apresenta uma proposta didática cujo intuito é instrumentalizar profissionais e estudantes de canto, para que possam estabelecer um repertório corporal próprio associado ao trabalho de voz. Trata-se de um projeto que vem sendo desenvolvido no mestrado profissional da Unirio, Rio de Janeiro, Brasil. Em sua proposição formativa conta com a utilização de exercícios e jogos direcionados a cantores, promovendo um intercâmbio entre linguagens. A abordagem se faz respeitando a trajetória pessoal do aluno e instigando-o para que a pesquisa corporal seja parte de sua formação, concomitante ao estudo vocal. A metodologia incide em uma sequência de exercícios, jogos e dinâmicas para cantores e foi aplicada em grupos de cantores e de estudantes de canto em oficinas e aulas. A proposta consiste em uma sequência, iniciada com a leitura de textos e seguida por exercícios de respiração, alongamento, jogos e dinâmicas. Concluímos que essa abordagem auxilia o cantor em seu processo de formação, permitindo-lhe localizar e resolver questões relativas ao corpo. Essas questões são concernentes aos gestos, ao entendimento das diferenças da postura do corpo no dia-a-dia e no palco, dentre outras vivências e percepções. Esse enfoque proporciona mais autoconfiança, desenvolve hábitos e um vocabulário corporal, que podem alicerçar o cantor em suas atividades musicais.

Texto completo:

PDF