Hélio Oiticica : o desejo de livro

Frederico Coelho

Resumo


Entre 1971 e 1978 o artista plástico carioca Hélio Oiticica (1937-1980) morou em Manhattan, Nova York. É durante sua estadia na cidade que ele investe grande parte de seu trabalho em um novo projeto: publicar uma série de textos escritos nesse período, em um livro cujo formato e conteúdo permaneceram em constante transformação ao longo dos anos, sem atingir um resultado final. Batizado com alguns nomes como Newyorkaises e Conglomerado, o projeto de publicação torna-se o epicentro da produção de Oiticica e, ao mesmo tempo, uma promessa não realizada. O artigo visa analisar a relação produtiva entre a obra de Oiticica e a escritura, além da forte presença da literatura em seus trabalhos e reflexões.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2176-7017.2014.v6i2.%25p