8 - BURACOS NEGROS: UMA ENTREVISTA COM HUBERT GODARD

Patricia Kuypers, Tradução Joana Ribeiro da Silva Tavares, Marito Olsson-Forsberg

Resumo


Trabalhando há mais de vinte anos entre as áreas da dança, das técnicas somáticas e da pesquisa médica, Hubert Godard é um pesquisador de referência no campo da análise do movimento humano. Nessa entrevista, ele apresenta os pontos gerais de sua pesquisa. A discussão principal trata da relação entre o corpo em movimento e o espaço ao redor dele. Segundo Godard, é a percepção do espaço que determina a possibilidade do movimento corporal. Ele descreve esse espaço subjetivo como uma construção baseada nos hábitos de percepção, que constituem nossa história pessoal. Eventos traumáticos podem causar deficiências nessa esfera de percepção - os referidos “buracos negros” - que vão influenciar nossa postura, nosso esquema corporal e nossos movimentos. Alguns casos de escoliose são relatados como exemplo. O texto conduz à conclusão sobre as possíveis aplicações desses resultados na reeducação e na pedagogia da dança.

Palavras-chave | espaço | percepção | esquema corporal | neurônio-espelho | postura

PATRICIA KUYPERS trabalha com improvisação em dança desde sua primeira colaboração com Steve Paxton nos anos 1980. Ela é mestre em psicologia e co-fundadora do centro Contredanse em Bruxelas, que promove encontros artísticos e pesquisa em dança. Contredanse é também editora da revista Nouvelles de Danse, um dos mais influentes revistas de dança na Europa, que trata de pesquisa em dança e outras artes.

Working for more than 20 years on the frontier between dance, somatic techniques and medical research, Hubert Godard is one of the foremost researchers in the field of movement analysis. In this interview, he presents the outline of his research. The principal discussion concerns the relationship between the moving body and the space that surrounds it. According to Godard, it is perception of space that determines an individual's possibility of movement. He describes space, in relation to the moving body, as a construction built on our habits of perception, habits which in turn reflect our personal history. Traumatic events may cause deficiencies in our sphere of perception, referred to as “black holes”, which will influence our posture, our body scheme and our movements. Some cases of scoliosis are discussed as an example of this view. The text concludes on the possible applications of these findings in the fields of reeducation and dance pedagogy.

Keywords | space | perception | body-scheme | mirror neuron | posture

PATRICIA KUYPERS works with dance improvisation since collaborating with Steve Paxton in the 1980s. She has a Master´s degree in psychology and is co-founder of the resource centre Contredanse, in Bruxelles, which promotes artistic encounters and research in dance. Contredanse is also the publisher of a magazine: Nouvelles de Danse, one of the most influential publications on dance research in Europe.

Texto completo:

PDF HTML


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2176-7017.2010.v2i2.%25p