Resistência a Mudança em Melhoria de Processos de Software: Roteiros para Entrevistas Semiestruturadas

Monica Anastassiu, Gleison Santos

Resumo


Iniciativas de melhoria de processo de software bem-sucedidas lidam com muitos desafios, incluindo a compreensão dos fatores humanos, em que se insere a resistência a mudança, que podem ajudar ou dificultar os esforços a serem feitos. Este relatório técnico apresenta a descrição detalhada dos roteiros projetados para apoiar o mapeamento da resistência a mudança em melhoria de processos de software. Os roteiros servem como guia para a realização de entrevistas semiestruturadas, contemplando perguntas abertas a fim de possibilitar a captura de diferentes nuances e perspectivas sobre experiências vividas em uma iniciativa de melhoria de processos de software. Os roteiros foram ajustados de acordo com o perfil profissional a ser entrevistado que variou entre apoiadores e condutores das iniciativas de melhoria a executores dos processos.

Palavras-chave


Resistência a Mudança; Fatores Humanos; Melhoria de Processos de Software; Roteiro; Entrevista semiestruturada.

Texto completo:

PDF



UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Av. Pasteur, 458, Urca - CEP 22290-240
RIO DE JANEIRO – BRASIL