Educação, Sociedade e Formação em Sistemas de Informação

Tiago de Jesus Braga, Leonardo Cruz da Costa, Isabel Cafezeiro

Resumo


A efetivação das pesquisas e desenvolvimentos em Sistemas de Informação (SI) depende e influencia os processos sociais que se desenrolam em seu ambiente de implantação e entornos. Argumentamos que o campo de SI precisa construir sua identidade com (e não para) a sociedade. Isto significa um processo de co-construção que requer refletir sobre a conjuntura social em todos os níveis, a começar pela concepção dos currículos e organização funcional dos cursos. Apresentamos o processo de construção do curso de SI da Universidade Federal Fluminense ressaltando o compromisso com a conjuntura social, contribuições alcançadas pela escolha pelo período noturno e dialógica com o mercado de trabalho.

A efetivação das pesquisas e desenvolvimentos em Sistemas de Informação (SI) depende e influencia os processos sociais que se desenrolam em seu ambiente de implantação e entornos. Argumentamos que o campo de SI precisa construir sua identidade com (e não para) a sociedade. Isto significa um processo de co-construção que requer refletir sobre a conjuntura social em todos os níveis, a começar pela concepção dos currículos e organização funcional dos cursos. Apresentamos o processo de construção do curso de SI da Universidade Federal Fluminense ressaltando o compromisso com a conjuntura social, contribuições alcançadas pela escolha pelo período noturno e dialógica com o mercado de trabalho.

Palavras-chave


Educação; Sociedade; Educação Superior, Ensino Noturno

Texto completo:

PDF

Referências


Albuquerque, J. P., Prado, E. P. V., Coelho, F. S, e Celso, R. P., (2011) Uma Análise da Abordagem Curricular do Ensino de Graduação em Sistemas de Informação no Brasil, Anais do II Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade.

Albuquerque, J. P., Prado, E. P. V., Coelho, F. S, e Celso, R. P., (2004) Educação em Sistemas de Informação no Brasil: Uma Análise da Abordagem Curricular em Instituições de Ensino Superior Brasileiras, Revista Brasileira de Informática na Educação, Volume 22, Número 1, 2014. doi: 10.5753/rbie.2014.22.01.79 [GS Search]

Araujo, R.M.; Maciel, R.S.; Boscarioli, C. (2017) “I GranDSI-BR: Grandes Desafios de Pesquisa em Sistemas de Informação no Brasil (2016-2026)” - Relatório Técnico. Comissão Especial de Sistemas de Informação (CE-SI) da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). 67p, 2017. ISBN 978-85-7669-359-8. http://www2.sbc.org.br/ce-si//arquivos/grandsi.pdf.

Ashenhurst, R. (1972) Curriculum Recommendations for Graduate Professional Programs in Information Systems. Commun. ACM 15 v. 5, p. 363-398. doi: 10.1145/355602.361320 [GS Search]

Ashenhurst, R. (1973) On the Problem of Characterizing Information Systems. Data Base v. 5, p. 148-156. doi: 10.1145/2579442.2579455 [GS Search]

Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT NBR 16001:2004 p.3. http://www.inmetro.gov.br/qualidade/responsabilidade_social/norma_nacional.asp

Bernardes, A. G., Tavares G. M. & Moraes, M. (2004) Cartas para pensar políticas de pesquisa em psicologia, Edufes, Vitória. [GS Search]

Bijker, W. E. & Law, J. (1992) - Shaping Technology / Building Society: Studies in Sociotechnical Change, Cambridge, Massachusetts, The MIT press.

Bijker, Wiebe E. (1995). Of bicycles, bakelites, and bulbs: toward a theory of sociotechnical change. Cambridge, Massachusetts, The MIT press.

BRASIL (2003) Projeto de Lei 1561 de 2003. Dispõe sobre a regulamentação das profissões na área de Informática e suas correlatas e assegura ampla liberdade para o respectivo exercício profissional. Disponível em http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=126039.

BRASIL (2007) Decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm.

BRASIL (2014) Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Disponível em http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2014/lei-13005-25-junho-2014-778970-publicacaooriginal-144468-pl.html.

Cafezeiro, i. l.; Lima, R.; Murta, L. G.; Kischinhevsky, M. ; Clua, E. (2009) Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação. UFF.

Cafezeiro, I. (2006) Educação, Informática e Responsabilidade Social: A contribuição da Universidade Pública. In: Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, 2006, Brasilia. Anais do SBIE 2006. http://br-ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/462 [GS Search]

Cafezeiro, I., Costa, L. C. & Kubrusly, R. (2016) “Modos contemporâneos de aprendizado e construção do conhecimento: reflexões sobre o ensino de Teoria da Computação para Sistemas de Informação”, In: Anais do CSBC-WEI, pp. 2245-2254, PUCRS. http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/anais/csbc/assets/2016/wei/26.pdf.

Cafezeiro, I., Viterbo, J., Costa, L. C., Salgado, L., Rocha, M., Monteiro, R. S. (2017). Strengthening of the Sociotechnical Approach in Information Systems Research, In: Grand Challenges in Information Systems Research in Brazil CE-SI SBC. http://www2.sbc.org.br/ce-si/arquivos/GranDSI-BR_Ebook-Final.pdf#page=133.

Costa, L. C., (2017) A Defesa do Curso. Relatório técnico apresentado ao Instituto de Computação da UFF sobre o curso de Bacharelado em Sistemas de Informação.

Cukierman, H.L.; Teixeira, C.; Prikladnicki, R. (2007) Um olhar sociotécnico sobre a engenharia de software. In: Rev. de Inf. Teórica e Aplicada, RS, UFRGS. http://www.seer.ufrgs.br/rita/article/viewFile/5696/3547 [GS Search]

Daston, L. e Galison, P. (2010) Objectivity. Zone Books, New York.

Davis, G.; Gorgone, J.; Couger, J.; Feinstein, D.; Longenecker, H. (1997) IS’97 Model Curriculum and Guidelines for Undergraduate Degree Programs in Information Systems. ACM/AIS/AITP. https://dl.acm.org/citation.cfm?id=2593308 [GS Search]

Davis, G.; Gorgone, J.; Valacich, J.; Topi, H.; Feinstein, D.; Longenecker, H. (2002) IS 2002 Model Curriculum and Guidelines for Undergraduate Degree Programs in Information Systems. ACM/AIS/AITP. http://aisel.aisnet.org/cgi/viewcontent.cgi?article=2684&context=cais [GS Search]

Dowbor, L. (2007) Educação e apropriação da realidade local. Estud. av. vol.21 no.60 São Paulo. doi: 10.1590/S0103-40142007000200006 [GS Search]

Ferreira, A.,Silva, D., Neto, G. L., (2000) Por um Referencial na Formação Profissional em Sistemas de Informação, Anais do VIII Workshop de Educação em Informática. http://www.lbd.dcc.ufmg.br/colecoes/wei/2000/008.pdf [GS Search]

Latour, B. (2012) Reagregando o Social. Uma introdução à teoria do Ator-Rede. São Paulo: EDUFBA e EDUSC.

Law, J (1997) Traduction/Trahison: Notes On ANT, published by the Department of Sociology, Lancaster University. Retrieved from http://www.lancaster.ac.uk/fass/resources/sociology-online-papers/papers/law-traduction-trahison.pdf.

Law, J. and W.E. Bijker (2000) Shaping technology/building society: Studies in sociotechnical change. The MIT press.

Lucena, C. (1975) A multilevel national approach to computer education. P. 145-150. In: Lecarme, Olivier; Lewis, Robert (Eds.). Computers in education: proceedings of the IFIP 2d World Conference, International Federation for Information Processing. Amsterdam: North-Holland Publishing Company.

MEC (1999) Diretrizes Curriculares de Cursos da Área de Computação e Informática. ftp://ftp.inf.ufrgs.br/pub/mec/diretrizes.doc.

MEC (2003) Reuni - Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais. Disponível em http://reuni.mec.gov.br/o-que-e-o-reuni.

MEC (2007) Plano de Desenvolvimento da Educação. Disponível em http://portal.mec.gov.br/arquivos/livro/livro.pdf.

Moraes, M. (2010). Política ontológica e deficiência visual. In M. Moraes & V. Kastrup (Orgs.). Exercícios de ver e não ver: arte e pesquisa com pessoas com deficiência visual (pp 26-51). Rio de Janeiro. Nau/Faperj.

Nascimento, J. (2016) Gestão Situada de Incubadoras Sociais. O caso da Incubadora Afro Brasileira. Editora Multifoco, Rio de Janeiro.

Porter, T. (1996) Trust in Numbers: The Pursuit of Objectivity in Science and Public Life. Princeton University Press.

SBC (1999) “Currículo de Referência da SBC para Cursos de Graduação em Computação”. Sociedade Brasileira de Computação. Bento Gonçalves – RS. http://lad.dsc.ufcg.edu.br/ec/cr99.pdf.

Shapin, S. (2010) Never Pure. Historical Studies of Sciences as if It Was Produced by People with Bodies, Situated in Time, Space, Culture, and Society, and Struggling for Credibility and Authority. The Johns Hopkins University Press, Baltimore.

Wiener, N. (1948/1985) Cybernetics or control and communication in the animal and the machine. Cambridge, MA: The MIT Press.

Wiener, N. (1950/1989) The human use of human beings: cybernetics and society. London: Free Association Books.

Woolgar, S., (1991) “Configuring the user: the case of usability trials”, In: A Sociology of Monsters: Essays on Power, Technology and Domination, Ed. Law, J., Routledge, London and New York.




Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


iSys - Revista Brasileira de Sistemas de Informação - CESI/SBC
ISSN Eletrônico: 1984-2902