Competências Conversacionais para a Governança Corporativa

José Coelho Avila, Gentil José Lucena Filho, Rejane Maria da Costa Figueiredo

Resumo


Governança corporativa é um instrumento de realinhamento das organizações num contexto global de mudanças culturais e de valores. Paradoxalmente, junto vem uma tradição histórica e de métodos tecnicistas que não condizem com um cenário onde as organizações buscam humanizar suas relações. Como então integrar questões humanas e sociais com questões técnicas de forma a obter resultados mais efetivos? Este artigo apresenta um estudo sobre um framework técnico e ontológico onde, via competências conversacionais, líderes e gestores assumem cuidar dessa integração. As teorias e estudo de caso real apresentados mostram a importância e efetividade das conversações na Governança Corporativa e seus resultados

Texto completo:

PDF

Referências


Andrade, E. C. S. D. (2009). Conversas: o fator chave para o gerenciamento de projetos. Dissertação (mestrado). Universidade Católica de Brasília, DF.

Borges-Andrade, J. E.; Lima, S. M. V. (1983). Avaliação de necessidades de treinamento. In Tecnologia Educacional, v. 12, n. 54, p. 5-14, set./out.

Braga, S. D. O. (2007). O coaching ontológico como instrumento de desenvolvimento de equipes de trabalho. Dissertação (mestrado). Universidade Católica de Brasília, DF.

Brito, J. C. B. (2010). Alinhamento Estratégico entre TI e Negócio: uma abordagem conversacional. Dissertação (mestrado). Universidade Católica de Brasília

Carbone, P. P.; Brandão, H. P. B.; Leite, J. B. D. (2005). Gestão por competências e gestão do conhecimento. Rio de Janeiro: Ed. FGV. ISBN 9788522505135.

Echeverría, R. (1999). A empresa emergente: a confiança e os desafios da transformação. Caracas: Newfield Consulting.

______. (2005). Ontologia del Lenguaje. Chile: J. C. Sáez Editor.

Flores, F. (1996). The Impact of IT on Business. In Conference at the ACM 50th. Anniversary. California.

Heifetz, R.; Laurie, D. (1997). The Work of Leadership. Harvard Business Review, January-February.

Hidalgo, I. (2009). Gestión Ontológica. Caracas: Mil Palabras Servícios Editoriales.

Kofman, F. (2002). Metamanagement: a nova consciência dos negócios. Edition. São Paulo: Antakarana Cultura Arte Ciência/Willis Harman House, 3 volumes.

Lucena Filho, G. J. (2010). Competências conversacionais: Um diferencial no gerenciamento de projetos. MundoPM, ago./set. 2010. ISSN 18078095.

Lucena filho, G. J. et al. (2012). A Technontological Framework to Conversations for KM: Conception and Potential Applications. In 9th International Conference on Intellectual Capital, Knowledge Management & Organisational Learning – ICICKM, Colômbia.

Migueles, C. et al. (2009). Liderança baseada em valores: caminhos para a ação em cenários complexos e imprevisíveis. Rio de Janeiro: Campus, ISBN 9788535236934.

Weill, P.; Ross, J. W. (2006). Governança de TI, Tecnologia da Informação. São Paulo: M. Books do Brasil.

Winograd, T.; Flores, F. (1988). Understanding Computers and Cognition: A New Foundation for Design. Norwood, NJ: Ablex. ISBN 9780893910501.




Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


iSys - Revista Brasileira de Sistemas de Informação - CESI/SBC
ISSN Eletrônico: 1984-2902