Triangulando visões sobre os valores organizacionais de empresas de software: um estudo de caso em uma universidade pública brasileira

Robilene da Costa Marques, Odette Mestrinho Passos, Fabiane Aparecida Santos Clemente

Resumo


O mercado de TI exige dos profissionais não somente competências, habilidades, mas que também saibam adequar os valores pessoais aos da organização. Assim, os valores podem influenciar as decisões tomadas dentro de uma organização e consequentemente determinar seu sucesso ou fracasso, sendo um fator que pode ser trabalhado desde a fase de formação do profissional de tecnologia da informação. Por este motivo, o objetivo deste trabalho consistiu na análise da percepção da comunidade acadêmica dos cursos de Sistemas de Informação e Engenharia de Software sobre 40 valores organizacionais considerados importantes nas empresas de software. Os procedimentos metodológicos incluíram métodos quantitativo e qualitativo de pesquisa, além de análise documental no projeto político pedagógico de ambos os cursos, apropriando-se de análise estatística e de conteúdo. Como resultado obtido foi possível observar que tanto os discentes quanto os docentes reconhecem primeiramente que os valores organizacionais, no contexto de desenvolvedores, são o mais perceptível. Em contra partida, a partir de uma triangulação, os valores organizacionais, no contexto de alta gerência, foi o que mais incidiu nas três visões em que a pesquisa foi aplicada.

Texto completo:

PDF

Referências


Bardin, L. (2011) Análise de Conteúdo. Tradução Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70.

Bazzotti, C. e Garcia, E. (2007) A importância do sistema de informação gerencial para a tomada de decisões. VI Seminário do Centro de Ciências Sociais Aplicadas de Cascavel, Paraná.

Brasil (2012). Emendas Constitucionais no 1/1992 a 68/2011 pelo Decreto Legislativo no 186/2008 e pelas Emendas Constitucionais de Revisão nos 1 a 6/1994. 35a. Constituição da República Federativa do Brasil. - 35. ed. - Brasília: Câmara dos Deputado. Edições Câmara, p. 446. Brasília.

Brasscom (2015). O Mercado de Profissionais de Tecnologia da Informação e Comunicação no Brasil: uma análise do período de 2006 a 2013. Disponível em: http://www.brasscom.org.br/brasscom/Portugues/download.php?cod=1775.

Bucheroni, C. A. (2012) Influências da Percepção de Valores Organizacionais dos Profissionais que Atuam com Gerência de Projetos Sobre seu Comportamento na Organização, 2012. 95 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração)–Centro de Pós-Graduação, Universidade Nove de Julho, São Paulo.

Castro, E. B. e Sá, M. A. D. (2002) Habilidades , Competências , Valores e Atitudes - Um Perfil Para o Profissional de Computação e Informática. In: Workshop de Educação em Informática, 10., 2002, Florianópolis. Anais... , 2002. Florianópolis: Sociedade Brasileira de Computação.

Correia, G., P. Amaral, J., Graciano Neto, V. V., and Gomes, P. (2015). Cultura Organizacional na Adoção de Metodologias Ágeis no Desenvolvimento de Sistemas de Informação: rumo a um Modelo Conceitual à Luz de um Estudo Sistemático. In In: III Workshop de Iniciação Científica em Sistemas de Informação, pag. 1–4, Goiânia, Brasil.

Correia, J.C. P. (2013). A representação social do cio no Brasil na percepção dos profissionais de tecnologia da informação. Dissertação. Mestrado Executivo em Gestão Empresarial. Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas. Centro de Formação Acadêmica em Gestão Empresarial. Rio de Janeiro.

Denizot, A. E. R. (2014). As pequenas empresas de tecnologia da informação e comunicação do estado do Rio de Janeiro à luz do radar da inovação: identificação e análise dos principais obstáculos para os processos de inovação. Revista Eletrônica Sistemas & Gestão. pp. 394-405.v9.n3.

Fernandes, P. G. (2010) Cultura Organizacional como Apoio à Institucionalização de Processos de Software Cultura Organizacional como Apoio à Institucionalização de Processos de Software. 203 f. (Dissertação Mestrado em computação) - Universidade Federal de Goiás - - Instituto de Informática, Goiana.

Freitas, M. E. (1991) Cultura Organizacional: Grandes Temas em Debate. Revista de Administração de Empresas, v. 31, n. 3, p. 73–82, jul/set.

Gaspar et al. (2016). Gestão do conhecimento em empresas atuantes na indústria de software no Brasil: um estudo das práticas e ferramentas utilizadas. Inf. & Soc.:Est., João Pessoa, v.26, n.1, p. 151-166, jan./abr.

Gil, A. C. (2002) Como Elaborar Projeto de Pesquisa. 4o ed. São Paulo: Atlas.

Hinterholz Junior, O., Valenzuela, G. M., Silva, W. A. e Freire, A. A. C. (2013) Habilidades e Competências requeridas ao Profissional de TI : um olhar no Extremo Norte. In: Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, 33, 2013. Anais... . p.691–700, SBC, p. 691-700.

Hofstede, G., Neuijen, B., Ohayv, D. e Sanders, G. (1990) Measuring organizational cultures: a qualitative and quantitative study across twenty cases. Administrative Science Quarterly. 35, 286 -316.

Lampkosski, M., et al (2016) A. Impacto da geração Y nos processos de gestão de pessoas e na cultura organizacional; um estudo de caso em empresa de tecnologia da informação. Revista de FATEC-REFAS, v. 3, n. 1, out.

Macedo, S. M. S. e Barbosa, R. R. (2013) Gestão da informação, da tecnologia da informação e comportamentos e valores relativos à informação em Instituições de Ensino Superior (IES) de Belo Horizonte. Brasilian Journal of Information Science - BJIS, Marília (SP), v.7, n. Especial, p.137-153, 1º. Sem. Disponível em: .

Machado, D., Santos, A. e Pinto, V. (2009) Dimensões da Cultura Organizacional no Modelo de Hofstede: Aplicações em Uma Organização Militar do Exército Brasileiro e Um Órgão Público do Poder. Seminários em Administração, n. 1980.

Mangia, U. B. (2013) Antecedentes à transição de carreira na área de tecnologia da informação. Dissertação. Mestrado Executivo em Gestão Empresarial. Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas. Centro de Formação Acadêmica em Gestão Empresarial. Fundação Getúlio Vargas. Rio de Janeiro.

Oliveira, Marco Antônio G., (1988) Como entender a cultura organizacional, São Paulo: Nobel.

Passos, O. M. (2014) Recomendações de Melhoria Baseadas na Cultura Organizacional para Iniciativas em Melhoria de Processo de Software, 2014. 328 f. Tese (Doutorado em Informática)–Instituto de Computação, Universidade Federal do Amazonas, Manaus.

Passos, O. M., Dias Neto, A. C. e Barreto, R. S. (2015) Recomendações de Melhoria Baseadas na Cultura Organizacional para Iniciativas em Melhoria de Processo de Software. In: Simpósio Brasileiro de Qualidade de Software, 14, Manaus. Anais... ,. SBC, p. 291-307.

Peixoto, P. R. P. e Motta, A. L. T. S. (2012) Cultura e Valores Organizacionais como Ferramentas de Mudanças: Estudo de Caso em uma Empresa de Energia. VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão, jun.

Robbins, S. P. (2005) Comportamento organizacional. 11o ed. São Paulo: Peasonn Prentice Hall.

Rocha, E. C. F. (2015) Qualificação e reconhecimento de profissionais de Sistemas de Informação. XI Brazilian Symposium on Informarion System, p. 596–602, 26. maio. Goiânia.

Schein, E. H. (1992) Organizational culture and leadership. 2nd ed. São Francisco: Jossey Bass.

____________ (1985) Organizational culture and leadership: a dynamic view. San Francisco, Jossey Bass.

Schuster, M. E. (2008) Mercado de trabalho de tecnologia da informação: o perfil dos profissionais demandado, 2008. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia)–Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Silva, F. F. A. e Correia, M. V. A (2013) percepção dos valores organizacionais e sua influência no clima e na satisfação no trabalho em uma instituição de ensino superior privada. Revista Científica Semana Acadêmica, v. 1, n. 7. Fortaleza.

Silva, N. A. (2008) Percepção da cultura organizacional pelo cliente interno: o caso polita - indústria e comércio de pedras polidas LTDA, 2008. 66 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Monografia)–Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

Siqueira, D. M., Vieira, A. M. (2012) Valores Organizacionais: percepção e legitimação. Revista Gestão & Tecnologia, v. 12, n. 2, p. 168–191, jul./nov. Pedro Leopoldo.

Tamayo, A. (1998) Valores Organizacionais: Sua Relação com a Satisfação no Trabalho, Cidadania Organizacional e Comprometimento Afetivo. Revista de Administração, v. 33, n. 3, p. 56–63, jul.set. São Paulo.

Tamayo, A. e Gondim, M. G. C. (1996) Escala de valores organizacionais. Revista de Administração, v. 31, n. 2, p. 62–72, abr./jun. São Paulo.

Tamayo, A., Mendes, A. M. e Paz, M. G. T. DA (2000). Inventário de valores organizacionais. Estudos de Psicologia, v. 5, n. 2, p. 289–315.

Tavares, F. P. (1996) A cultura organizacional como um instrumento de poder. Caderno de Pesquisas em Administração, v. 1, n. 3, p. 21–22, 2o Sem.

Vergara, S. C. (2015) Métodos de pesquisa em administração. 6. ed. São Paulo: Atlas.

Vieira, M. S. O. C. e Gomes, D. C. (2013) Valores Organizacionais numa Instituição Pública de Ensino do RN. HOLOS, v. 3, n. 29, p. 77–89.

Zanardi, F. e Silveira, S. R. (2015) Perfil dos Profissionais e das Empresas de Tecnologia da Informação ( TI ) da Cidade de Frederico Westphalen - RS.




Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


iSys - Revista Brasileira de Sistemas de Informação - CESI/SBC
ISSN Eletrônico: 1984-2902