Preparation of parents of preterm newborn for hospital discharge: proposal for a protocol / Preparo dos pais de recém-nascido pré-termo para alta hospitalar: proposta de um protocolo

Fabiana Vargas dos Reis Silva, Tatiana de Oliveira Gomes, Cristiano Bertolossi Marta, Marcelle Campos Araujo, Elzeni dos Santos Braga

Resumo


Objetivo: levantar na literatura os critérios descritos para preparo dos pais para alta do recém-nascido pré-termo e propor um protocolo para esse fim. Metodologia: revisão bibliográfica integrativa, qualitativa e exploratória, com busca a partir da estratégia PICO. Resultados: Emergiram da busca três categorias: educação dos pais quanto aos cuidados ao recém-nascido; limitações e desafios enfrentados pela equipe para o preparo dos pais e estratégias utilizadas pela equipe para o preparo dos pais. Propôs-se o protocolo para o preparo dos pais com orientações sobre alimentação, banho, sono, cuidados com a pele e sinais de alerta quanto a saúde do bebê. Discussão: Os resultados apontam a importância do preparo dos pais para a alta do pré-termo, evidenciando que a manutenção da saúde quando em domicilio, terá uma direta relação com tal preparo. Considerações finais: Diante do discutido, há uma necessidade de se estabelecer um processo sistemático, para a implementação de tal ação.


Palavras-chave


Recém-Nascido Prematuro, Alta do Paciente, Enfermagem, Educação em Saúde, Protocolos

Texto completo:

PDF-EN PDF-PT

Referências


Araújo LA.; Reis AT. Enfermagem na pratica materno-neonatal. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro, 2014.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Atenção à saúde do recém-nascido: guia para os profissionais de saúde. 2º ed. atual. v 4 – Brasília: Ministério da Saúde, 2014. Disponível em: < http://www.redeblh.fiocruz.br/media/arn_v4.pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Atenção à saúde do recém-nascido: guia para os profissionais de saúde. 2º ed. atual. v 1 – Brasília: Ministério da Saúde, 2014. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/atencao_saude_recemnascido_profissionais_v1.pdf >.

Ministerio da Saúde (BR). Sistema de informação de nascidos vivos- DATASUS. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sinasc/cnv/nvrj.def

Ercole FF, Melo LS, Alcoforado CLGC. Revisão Integrativa versus Revisão Sistemática. Editorial REME • Rev Min Enferm. 2014 jan/mar; Disponível em:http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/904>.

Bardin L. Análise de conteúdo. 3ªreimp. 1ªed- edições 70, 2016 – São Paulo.

Costenaro RGS, Correa DAM, Ichisato SMT. Cuidados de enfermagem em neonatologia. 1ºed – Moriá: Porto Alegre/RS, 2017.

Couto FF , Praça NS. Preparo dos pais de recém-nascido prematuro para alta hospitalar: uma revisão bibliográfica. Escola Ana Nery Revista de Enfermagem – 2009; 13(4):886-91. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v13n4/v13n4a27.pdf

Carmo CMA, Oliveira ED, Pontes KAES, Araújo MC. Procedimentos de enfermagem em neonatologia: rotinas do Instituto Fernandes Figueira/Fiocruz – Revinter: Rio de Janeiro, 2012.

Tamez RN. Enfermagem na UTI neonatal: assistência ao recém-nascido de alto risco. 5°ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro, 2016.

Raffray M, Semenic S, Galeano SO, Marín SCO. Barriers and facilitators to preparing families with premature infants for discharge home from the neonatal unit. Perceptions of health care providers. Investigación y Educación em Enfermería, 2014 32(3): 379-392. Disponível em:http://aprendeenlinea.udea.edu.co/revistas/index.php/iee/article/view/ 20699 /17367 >

Alcantara KL, Brito LLMS, Costa DVS, Façanha APM, Ximenes LB, Dodt RCM. Orientações familiares necessárias para uma alta hospitalar segura do recém-nascido prematuro: revisão integrativa. Revista enfermagem. UFPE on line, 2017; 11(2): 645-655. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/

Custodio N, Abreu FCP, Marski BSL, Mello DF; Wernet M. Alta da unidade de cuidado intensivo neonatal e o cuidado em domicílio: revisão integrativa da literatura. REME revista mineira de enfermagem,2013; 17(4): 984-991. Disponível em:< http://pesquisa.bvsalud.org/brasil/resource/pt/lil-711435

Schmidt KT, Terassi M, Marcon SS, Higarashi IH. Práticas da equipe de enfermagem no processo de alta do bebê pré-termo. Revista Brasileira de Enfermagem; 2013. 66(6): 833-839. Disponível em:

Duarte AS, Santos WS, Silva LDB, Oliveira JD, Sampaio KJAJ. Promoção da saúde às genitoras de bebês prematuros: ação da enfermagem na alta hospitalar Rev RENE Fortaleza; 2010. 11(3): 162-170, Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=324027971017

Chiodi LC, Aredes NDA, Carmen GSS, Fonseca LMM. Educação em saúde e a família do bebê prematuro: uma revisão. Acta paulista de enfermagem, 2012 25(6): 969-974. Disponível em:

Galeano SPO, Marín SCO, Semenic S. Preparing for post-discharge care of premature infants: Experiences of parentes. Investigación y Educación em Enfermería, 2017; 35(1): 100-108. Disponível em: http://aprendeenlinea.udea.edu.co/revistas/index.php/iee/ article /view/327350/20784492>

Schmidt KT, Bessa JB, Rodrigues BC, Arenas MM, Corrêa DAM, Higarashi IH. Recém-nascidos prematuros e a alta hospitalar: uma revisão integrativa sobre a atuação da enfermagem Rev. RENE, 2011; 12(4): 849-858. Disponível em:

Veronez M, Higarashi IH. Protocolo para a alta de bebê pré-termo: subsídios para a construção de uma proposta. Revista enfermagem UERJ, Rio de Janeiro, 2016; 24(3):e7505. Disponível em:

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Atenção humanizada ao recém‑nascido de baixo peso: Método Canguru. – 2. ed. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2011. 204 p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/metodo_canguru_manual_tecnico_2ed.pdf>




DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.8264 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2020 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

SCImago Institutions Rankings

 

  

 

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.