KNOW FOR CARE: CHARACTERISTICS OF THE PEOPLE WITH SPINAL CORD INJURY TREATED AT AREHABILITATION CENTER

Soraia Dornelles Schoeller, Ana Maria Fernandes Borges, Paula Brigno, Adriana Eich Kuhnen

Resumo


RESUMO:

Objetivo:. Estudo sobre a pessoa com lesão medular que objetivou investigar algumas características (sexo, idade, tempo de lesão, causa, nível, classificação) e a independência para as atividades diárias.  Método:. Pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva, com a realização de entrevistas semi-estruturadas a 25 pessoas com lesão medular.  Os dados foram analisados através da análise temática. Resultados:. Constatou-se que são homens jovens, cuja causa da lesão foi a violência. Dependência, nível e classificação da lesão medular não estão diretamente relacionados. Conclusão:. São necessários novos estudos sobre lesão medular versus independência funcional objetivando detalhar está relação. O enfermeiro precisa  conhecer a pessoa com lesão medular, suas características e potencialidades para poder cuidar visando sua autonomia.

 DESCRITORES:. Medula Espinhal; Reabilitação; Autonomia Pessoal; Enfermagem.

 

 

ABSTRACT:

Objective:. Study about person with spinal cord injury to investigate some characteristics (sex, age, time of injury, cause, level, classification) and their independence for daily activities. Method:. Qualitative, exploratory and descriptive research, with semi-structured interviews with 25 people with spinal cord injury. Data were analyzed using thematic analysis. Results:. It was verified that people with spinal cord injury are usualy young men, whose cause of injury was violence. It was found  that dependency, level and classification of spinal cord injury are  not directly related. Conclusion:. We conclude that further studies on spinal cord injury and functional independence should aim detailing  this relationship. The nurse needs to know the person with spinal cord  injury, its characteristics and potentialities to care for their  independence.

DESCRIPTORS:. Spinal Cord; Rehabilitation; Personal Autonomy; Nursing.

 

 

RESUMEN:

Objetivos:. Estudio sobre la persona con lesión de la medula espinal que investigó algunas de las características (sexo, edad, tiempo desde la lesión, causa, nivel, classificación) y la independencia para las actividades de la vida diaria. Métodos:. Investigación cualitativa, exploratoria y descriptiva, con la realización de entrevistas semi-estructuradas de 25 personas con lesiones de la medula espinal. Los datos fueron analizados utilizando el análisis temático. Resultados:. Se encontró que las personas con lesión de la  medula espinal son hombres jóvenes, cuya causa de lesion fue la  violencia. Ha se verificado que la dependencia, el nivel y la clasificación de lesión de la médula espinal no están directamente relacionados. Conclusión:. Se concluye que son necesarios más estudios  sobre lesiones de médula espinal en comparación con la independencia  funcional destinadas a detallar esta relación. El enfermero necesita  conocer la persona con lesión en la medula espinal, sus  características y capacidades con el fin de cuidar para que ello sea  autónomo.

DESCRIPTORES:. Médula espinal; Rehabilitación; Autonomía Personal; Enfermería.

 


Palavras-chave


Medula espinhal; Reabilitação; Autonomia Pessoal; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2012.v4i3.2598-2604 

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2019 Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Novas regras para submissão de artigos na RPCFO a partir de 01/07/2018. Clique aqui.

O atendimento telefônico da secretaria funciona de 06:00 as 09:00, de segunda a sexta feira.

 

        

Crossref Metadata User Badge