Manifestações e necessidades referentes ao processo de morte e morrer: perspectiva da pessoa com câncer Demonstrations and necessities on the death and dying process: perspective of the person with cancer

Main Article Content

Adriana Soares Tomaszewski
Stefanie Griebeler Oliveira
Isabel Cristina Oliveira Arrieira
Daniela Habekost Cardoso
Silvia Francine Sartor

Resumo

Objetivo: Conhecer manifestações e necessidades referentes ao processo de morte e morrer da pessoa com câncer no final de vida. Método: Estudo de caso, qualitativo, descritivo. O cenário foi no domicílio dos participantes vinculados ao Programa de Internação Domiciliar Interdisciplinar, em Pelotas/RS. Participaram cinco pessoas com câncer no final de vida, quatro do sexo masculino e uma do sexo feminino. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista semi-estruturada e observação participante, em agosto e setembro de 2015, com três ou quatro encontros em seus domicílios.Foi aplicada a Análise Temática. Resultados: Emergiram quatro categorias: Manifestações e Necessidades Emocionais; Manifestações e Necessidades Sociais; Manifestações e Necessidades. Físicas; Manifestações e Necessidades Espitituais. Conclusão: O câncer modifica a vida dos pacientes e familiares exigindo dos profissionais de saúde habilidade e olhar sensível para o atendimento de sua integralidade, considerando suas dimensões físicas, emocionais, sociais e espirituais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Tomaszewski AS, Oliveira SG, Arrieira ICO, Cardoso DH, Sartor SF. Manifestações e necessidades referentes ao processo de morte e morrer: perspectiva da pessoa com câncer Demonstrations and necessities on the death and dying process: perspective of the person with cancer. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 11º de julho de 2017 [citado 15º de agosto de 2022];9(3):705-16. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/5503
Seção
Research
Biografia do Autor

Adriana Soares Tomaszewski, Enfermeira, atuando na UBS Alto Alegre, cidade Cristal/RS, Brasil.

Enfermeira, atuando na UBS Alto Alegre, cidade Cristal/RS, Brasil.

Stefanie Griebeler Oliveira, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professor Adjunto da Faculdade de Enfermagem da UFPEL.

Isabel Cristina Oliveira Arrieira, HOSPITAL ESCOLA- UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

Doutora em Ciências/PPGEnfermagem UFPel
Chefe de Divisão da Gestão do Cuidado HE/UFPel- EBSERH
Pelotas/RS/Brasil

Daniela Habekost Cardoso, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

Enfermeira. Doutoranda do Programa de Pos-graduação em Enfermagem UFPEL. Mestre em Ciências pela UFPel. Enfermeira assistencial do Programa de Internação Domiciliar Interdisciplinar (PIDI) do Hospital Escola da UFPel, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.

Silvia Francine Sartor, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

Academica de Enfermagem da UFPEL.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)