Humanização do cuidado nas unidades de terapia intensiva: revisão integrativa Humanization care in intensive care units: integrative review

Main Article Content

Camila Calhau Andrade Reis
Edite Lago da Silva Sena
Marcos Henrique Fernandes

Resumo

Objetivo: Identificar o que a literatura científica nacional tem abordado acerca da humanização do cuidado nas Unidades de Terapia Intensiva em bases de dados online no período de 2009 a 2013. Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa realizada através do acesso às bases: LILACS e BDENF, utilizando os descritores “humanização da assistência” e “Unidades de Terapia Intensiva”. Resultados: Seis estudos foram selecionados. Os resultados evidenciaram que a humanização no cuidado contribui de maneira significativa na recuperação do paciente em Unidade de Terapia Intensiva. Entretanto, há dificuldades de efetivação a serem superadas, sobretudo, relacionadas a questões do paciente e seus familiares, da equipe de enfermagem e das instituições de saúde. Conclusão: Há necessidade de capacitação e sensibilização dos profissionais, incremento de investimentos na formação, gestão institucional e do cuidado para melhorias na assistência ao paciente crítico.  Descritores: Humanização da assistência; unidades de terapia intensiva; assistência à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Reis CCA, Sena EL da S, Fernandes MH. Humanização do cuidado nas unidades de terapia intensiva: revisão integrativa Humanization care in intensive care units: integrative review. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 4º de abril de 2016 [citado 15º de agosto de 2022];8(2):4212-2. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3983
Seção
Integrative Review of the Literature
Biografia do Autor

Camila Calhau Andrade Reis, Universidade Federal da Bahia

Enfermeira. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal da Bahia - UFBA.

Edite Lago da Silva Sena, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) ; docente do Programa de Pós Graduação em Enfermagem e Saúde da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia .

Marcos Henrique Fernandes, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Fisioterapeuta. Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN; Docente do Programa de Pós Graduação em Enfermagem e Saúde da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)