Coverage of strategies for strengthening the basic health care

Main Article Content

Marciane Kessler
Ediane Menegazzo
Elise Berra
Letícia de Lima Trindade
Ivete Maroso Krauzer
Carine Vendruscolo

Resumo

Objetivos: analisar a cobertura das estratégias para fortalecimento da Atenção Básica nos municípios da 4a Gerência Regional de Saúde de Santa Catarina, Brasil. Métodos: estudo transversal, descritivo, realizado no banco de indicadores de cobertura de equipes de Saúde da Família (SF), equipes de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), Programa de Valorização do Profissional da AB (PROVAB), Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e Rede Cegonha, de 25 municípios. Resultados: 88% dos municípios estão adequados em relação à quantidade de equipes de SF; 100% da população está coberta por ACS; 95,5% das equipes de SF aderiram ao PMAQ; 48% não aderiram ao PROVAB; 64% não possuem CAPS; 32% não aderiram à Rede Cegonha. Conclusão: os achados sinalizam a busca pela qualificação e resolubilidade das equipes e serviços de saúde, mas revelam dificuldades na expansão e articulação das ações. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Kessler M, Menegazzo E, Berra E, Trindade L de L, Krauzer IM, Vendruscolo C. Coverage of strategies for strengthening the basic health care. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de julho de 2015 [citado 26º de setembro de 2022];7(3):3050-62. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3851
Seção
Research
Biografia do Autor

Marciane Kessler, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil

Enfermeira. Especialista em Saúde Pública com ênfase em Estratégia de Saúde da Família. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, Rio Grande do Sul (RS), Brasil. Membro do Grupo de Pesquisa Trabalho, Saúde, Educação e Enfermagem da UFSM.

 

Ediane Menegazzo, Hospital Materno Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, Joinville, Santa Catarina (SC), Brasil.

Enfermeira. Atualmente é Enfermeira da Gestão de Riscos no Hospital Materno Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, Joinville, Santa Catarina (SC), Brasil. 

 

Elise Berra, Faculdades Pequeno Príncipe, Paraná (PR), Brasil.

Enfermeira. Residente Multiprofissional em Estratégia de Saúde da Família na Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba e Faculdades Pequeno Príncipe, Paraná  (PR), Brasil.

Letícia de Lima Trindade, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Chapecó, Santa Catarina (SC), Brasil.

Enfermeira. Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina (SC), Brasil. Docente do curso de Graduação em Enfermagem na  Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e do mestrado em Ciência da Saúde da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ), Chapecó, Santa Catarina (SC), Brasil. Líder do Grupo de Estudos sobre Saúde e Trabalho (GESTRA/UDESC) e membro do grupo Práxis: trabalho, cidadania saúde e enfermagem da UFSC.

Ivete Maroso Krauzer, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Chapecó, Santa Catarina (SC), Brasil.

Enfermeira. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, Rio Grande do Sul (RS), Brasil. Docente do curso de Graduação em Enfermagem na  Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Chapecó, Santa Catarina (SC), Brasil. Membro do GESTRA/UDESC e do Núcleo de Estudos sobre Gestão em Enfermagem (NEGE/UFRGS).

Carine Vendruscolo, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Chapecó, Santa Catarina (SC), Brasil.

Enfermeira. Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina (SC), Brasil. Docente do curso de Graduação em Enfermagem na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Chapecó, Santa Catarina (SC), Brasil. Membro do GESTRA/UDESC e dos grupos de pesquisa Educação em Enfermagem e Saúde (EDEN/UFSC).

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)