A percepção dos profissionais de saúde em relação à higienização das mãos Healthcare workers perception regarding hand hygiene

Main Article Content

Adriana Oliveira de Paula
Adriana Cristina de Oliveira

Resumo

Objetivo: verificar os aspectos relacionados à percepção dos profissionais de saúde em relação à higienização das mãos. Metodologia: estudo transversal, realizado em uma unidade de pronto-atendimento de um hospital universitário de Belo Horizonte. Foi aplicado um questionário estruturado aos profissionais de enfermagem e da equipe médica. Utilizou-se o programa estatístico SPSS, realizou-se análise descritiva e univariada. Resultados: Os profissionais de saúde atribuem como alto o impacto das infecções na evolução clínica dos pacientes e a eficácia da higiene de mãos no controle destas. A taxa auto-reportada para adesão à higiene de mãos foi de 76% para a equipe de enfermagem e 72,5% para a equipe médica, porém, inferiores a 60% para os colegas de trabalho. Conclusões: Os profissionais percebem a HM como uma medida eficaz de controle de infecção e reconhecem que as taxas de adesão das equipes de saúde em geral, são baixas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Paula AO de, Oliveira AC de. A percepção dos profissionais de saúde em relação à higienização das mãos Healthcare workers perception regarding hand hygiene. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 11º de abril de 2017 [citado 28º de junho de 2022];9(2):321-6. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3832
Seção
Research

Plum Analytics