How caretakers of paraplegics deal with the overload of activities on a daily basis

Main Article Content

Wiliam César alves Machado
Adriana Bispo Alvarez
Maria Luiza de Oliveira Teixeira
Elen Martins da Silva Castelo Branco
Nébia Maria Almeida de Figueiredo

Resumo

Objetivo: Investigar como cuidadores domiciliares de pessoas com lesão medular lidam com a sobrecarga do cuidado no dia a dia.   Método: Estudo descritivo, abordagem qualitativa, realizado no segundo semestre de 2011, com cuidadores principais e informais de paraplégicos, usuários de duas instituições de reabilitação, localizadas na Cidade do Rio de Janeiro. Coleta de dados a partir de entrevista semi-estruturada e análise temática de conteúdo. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, parecer nº 047/2011. Resultados: Relatos evidenciaram duas categorias, a saber: “Compreendendo  para melhor cuidar do outro”; e  “Avaliando a sobrecarga do cuidado para com o outro”. Conclusões: Conclui-se que a compreensão dos conflitos da pessoa com lesão medular deve ser premissa para que o cuidador domiciliar exerça suas atividades sem maiores desgastes e sobrecarga que o impeça de suprir suas próprias necessidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Machado WC alves, Alvarez AB, Teixeira ML de O, Branco EM da SC, Figueiredo NMA de. How caretakers of paraplegics deal with the overload of activities on a daily basis. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de janeiro de 2015 [citado 15º de agosto de 2022];7(1):1796-807. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3344
Seção
Research
Biografia do Autor

Wiliam César alves Machado, Universidade federal do Estado do Rio de Janeiro e Prefeitura Municipal de Três Rios

orofessor adjunto (aposentado) do Departamento de Enfermagem Fundamental, Escola de Enfermagem Alfredo Pinto, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Adriana Bispo Alvarez, Secretaria de estado de Saúde do Rio de Janeiro

Graduada em Enfermagem e Obstetrícia, com louvor (CUM LAUDE), pela Escola de Enfermagem Anna Nery / Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010 / 1. Enfermeira Estomaterapeuta pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Turma de 2011). Membro do Núcleo de Pesquisa de Fundamentos do Cuidado de Enfermagem (Nuclearte). Mestre em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Anna Nery (Departamento Fundamental). Enfermeira do Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (IECAC). Interesse nas áreas de: Estomaterapia (feridas, estomas e incontinências), cuidados de enfermagem, promoção e prevenção da saúde, educação em saúde, clientes com lesão medular / reabilitação e cardiologia.

Maria Luiza de Oliveira Teixeira, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

raduada em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), mestrado em Enfermagem (1999) e doutorado em Enfermagem (2008) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - EEAN. Atualmente é professora adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência no ensino de graduação. Atua no ensino e pesquisa de Enfermagem, com ênfase em Enfermagem Fundamental, principalmente nos seguintes temas: cuidado de enfermagem, educação em saúde. Coordenadora Geral do Programa de Residencia Multiprofissional do HUCFF desde 2010.

Elen Martins da Silva Castelo Branco, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Gama Filho (1982), Licenciatura Em Enfermagem Primeiro e Segundo Grau pela Universidade Gama Filho (1986), Mestrado Em Tecnologia Educacional Para a Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000) e Doutorado em Enfermagem pela Escola de Enfermagem Anna Nery (2007). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Tecnologia Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: enfermagem fundamental, lesões cutâneas, ulceras por pressão, motivação e ensino-aprendizagem. Participa da Coordenação da Área Profissional de Enfermagem do Programa de Residência Multiprofissional do HUCFF/UFRJ e da Coordenação de Educação Permanente do HUCFF.

Nébia Maria Almeida de Figueiredo, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

doutorado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Atualmente é professor titular da Universidade do Rio de Janeiro. Publicou 112 artigos em periódicos especializados e 245 trabalhos em anais de eventos. Possui 221 capítulos de livros e 32 livros publicados. Possui 269 itens de produção técnica. Participou de 271 eventos no Brasil. Orientou 54 dissertações de mestrado e 7 teses de doutorado, além de ter orientado 39 trabalhos de conclusão de curso na área de Enfermagem. Recebeu 35 prêmios e/ou homenagens. Entre 1997 e 2012 coordenou 7 projetos de pesquisa. Atualmente coordena 4 projetos de pesquisa.É Consultora "ad hoc" de 11 periódicos. Atua na área de Enfermagem. Em suas atividades profissionais interagiu com 198 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Em seu currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Enfermagem, Cuidado, Cuidado de enfermagem, Corpo, Cuidados, Cuidar, Criança, Representações sociais, Comunicação e Epistemologia. Atualmente integra a Câmara Técnica de Educação e Pesquisa , como Coordenadora, e a Comissão de Publicação do COREn. (Portaria 321/2012 de 06.12.2012

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>