The teaching of first aid from the perspective of a problem-oriented curriculum

Main Article Content

Mariana Dolce Marques
Luís Carlos Lopes-Júnior
Emiliana De Omena Bomfim
Carla Pedrosa Marega Luciano Gomes
Shirlene Pavelqueires

Resumo

Objetivo: Identificar e descrever o conhecimento de estudantes da primeira série de medicina e enfermagem de uma faculdade estadual, relacionado à temática de primeiros socorros, antes e após a realização de um treinamento norteado por metodologias ativas de ensino-aprendizagem. Método: Esta pesquisa é um quase experimento do tipo pré-teste/pós-teste, conduzida em uma cidade paulista em 2009. A amostra foi não probabilística e compreendeu 110 estudantes que estavam matriculados naquela série de ambos os cursos. Utilizou-se um pré-teste e um pós-teste composto por questões fechadas. Os dados foram analisados por estatística descritiva e estatística paramétrica. Resultados: Dos participantes, 35 eram estudantes de enfermagem e 75 estudantes de medicina, com idade média de 24 anos. Houve um aumento significativo de acertos no pós-teste, comparativamente ao pré-teste, obtendo significância estatística em 10 assertivas. Conclusões: O treinamento mostrou-se como uma estratégia válida de capacitação dos estudantes. Sugere-se sua difusão para além do âmbito acadêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Marques MD, Lopes-Júnior LC, Bomfim EDO, Gomes CPML, Pavelqueires S. The teaching of first aid from the perspective of a problem-oriented curriculum. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 1º de outubro de 2014 [citado 18º de agosto de 2022];6(4):1485-9. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/3240
Seção
Research
Biografia do Autor

Mariana Dolce Marques, FACULDADE DE MEDICINA DE MARILIA - FAMEMA

Possui graduação de Enfermagem pela Faculdade de Medicina de Marília (2010). Pós graduação em nível de Residência de Enfermagem em Urgência e Emergência pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2013). Experiência profissional em Unidades de Urgência e Emergência (Adulto, Pediátrico e Obstétrico) e Cuidados de Terapia Intensiva (Adulto e Cardiológico), além de Atendimento Pré-Hospitalar.

Luís Carlos Lopes-Júnior, UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP

Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP). Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem em Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP/USP). Centro Colaborador da OMS para o Desenvolvimento da Pesquisa em Enfermagem.

Emiliana De Omena Bomfim, UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO - USP

Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-Graduação Enfermagem em Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP/USP).

Carla Pedrosa Marega Luciano Gomes, FACULDADE DE MEDICINA DE MARILIA - FAMEMA

Enfermeira. Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (UNESP- Botucatu-SP), Chefe de Disciplina de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA).

Shirlene Pavelqueires, FACULDADE DE MEDICINA DE MARILIA - FAMEMA

Enfermeira. Doutora em Enfermagem em Urgência e Emergência pela Universidade de São Paulo (USP), Docente da FAMEMA e Assistente Técnica da Superintendência de Urgência de Marília-SP.

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)