FEMININE IDENTITY: THE REPRESENTATION OF THE UTERUS FOR WOMEN UNDERGOING HYSTERECTOMY

Main Article Content

Caroline Lemos Martins
Bruna Knob Pinto
Marilu Correa Soares
Rosani Manfrin Muniz
Mirela Farias Pickersgill
Liliana Antoniolli

Resumo

Objetivo: identificar a representação do útero para as mulheres submetidas à histerectomia e a vivência da sexualidade neste período. Método: pesquisa qualitativa realizada no mês de outubro de 2008 em um hospital de ensino no sul do Brasil, com cinco mulheres histerectomizadas. Utilizou-se como instrumento a entrevista semiestruturada. Para análise dos dados empregou-se a análise de conteúdo temática. Resultados: para as mulheres o útero foi identificado como um órgão sem utilidade, pois já havia desempenhado seu papel reprodutivo e sua retirada pareceu não interferir na maneira como elas encaram a sua sexualidade e feminilidade. Conclusões: Proporcionar informação às mulheres que se submetem a histerectomia pode auxiliar no entendimento de que este procedimento não interfere na identidade feminina. Descritores: Saúde da Mulher, Histerectomia, Útero, Feminilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
1.
Martins CL, Pinto BK, Soares MC, Muniz RM, Pickersgill MF, Antoniolli L. FEMININE IDENTITY: THE REPRESENTATION OF THE UTERUS FOR WOMEN UNDERGOING HYSTERECTOMY. R. pesq. cuid. fundam. online [Internet]. 19º de setembro de 2013 [citado 15º de agosto de 2022];5(4):574-82. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/2101
Seção
Research
Biografia do Autor

Caroline Lemos Martins, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-graduação da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas. Bolsista Demanda Social da CAPES. Membro do Núcleo de Condições Crônicas e suas Interfaces (NUCCRIN). Endereço para correspondência: Rua Frederico Trebbi nº 137; Bairro Porto; Pelotas; RS; CEP 96075-650; (53) 84037817 e (53)39211527.

 

Bruna Knob Pinto, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Mestranda do Programa de Pós-graduação da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas. Bolsista Demanda Social da CAPES. Membro do Núcleo de Condições Crônicas e suas Interfaces (NUCCRIN).

Marilu Correa Soares, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira Obstetra. Doutora em Enfermagem em Saúde Pública - EERP-USP. Docente adjunta III da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas. Membro do Núcleo de Pesquisa em Saúde e Enfermagem – NEPen.

Rosani Manfrin Muniz, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente adjunta da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas. Pesquisadora do Núcleo de Condições Crônicas e suas Interfaces (NUCCRIN).

Mirela Farias Pickersgill, Universidade Federal de Pelotas

Enfermeira. Professora de Saúde Coletiva na Escola de Educação Profissional Estilo - Unidade Pelotas.

Liliana Antoniolli, Universidade Federal de Pelotas

Acadêmica da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas. Membro do Núcleo de Condições Crônicas e suas Interfaces (NUCCRIN).

Plum Analytics

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>